Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 22 de junho de 2011

BY MYSELF

Aprender Inglês a partir dos conceitos de letramento, demanda preparo e pré-disposição docente e discente.

"LITERACY"

A partir do conceito de letramento, bem como sua proposta de apropriação da Linguagem a favor da interação social, podemos concluir que a proposta dos ensino-aprendizagem de Língua Inglesa só se dará a contento e com efeitos positivos, no momento em que o professor assumir o papel de facilitador e mediador do processo de aprendizagem, servindo ao aluno como ponte de acesso à construção de um conhecimento que sirva para sua vida social, bem como a possibilidade de participar mais ativamente de eventos sócio-interativos, sendo reconhecido enquanto sujeito agente. Cabe ao professor neste contexto, propiciar momentos de exposição a práticas sociais de leituras com destino a uma escrita libertadora e facilitadora dessas interações sociais de relevância para o aluno.

Precisamos compreender enquanto docentes de Língua Inglesa que o trabalho com a diversidade textual é imprescindível para que o indivíduo possa se articular e se colocar socialmente, bem como dominar as linguagens pertinentes para que o mesmo possa mobilizar competências e habilidades que favoreçam substancialmente sua participação mais crítica nas tomadas de decisões assim como sua contribuição enquanto cidadão.

Nesta direção, podemos lançar mão de reflexões que estimulem em nossos alunos o interesse pela leitura e escrita, sem necessariamente abordá-la como ferramenta de opressão, mas sim como instrumento de inserção social, a partir de estudos voltados para textos mais autênticos do que os pedagógicos, que outrora era foco do panorama de ensino/aprendizagem de LEM e que no atual contexto cede lugar e espaço para manifestações textuais mais próximas de sua realidade , necessidade e flexibilidade de usos do aluno.

BY PROF. WILLIAM CESAR KOPP NOVAES / PÓS-GRADUANDO - UNESP

Nenhum comentário:

Postar um comentário